Expectativa positiva para as vendas de final de ano, abre oportunidades para trabalhos temporários

ACE Ourinhos 05/10/2021 - 22:59:56 Cidade

Segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) o volume de contratações temporárias neste ano será o maior em oito anos.

 

Continua depois da Publicidade

Um levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou um índice positivo para quem trabalha com vendas em todo Brasil: o volume de contratações temporárias neste ano pode ser o maior em oito anos.

"Neste época do ano, entramos numa fase boa para o comércio com a Black Friday e as vendas naturais de fim de ano para as festas de natal e reveillon. Se confirmada a pesquisa da CNC, serão criados quase 100 mil postos de trabalho no Brasil. Pensando que grande parte dessas oportunidades temporárias são convertidas em vagas fixas, vale a pena buscar vagas nos setores de comércio varejista, serviços e turismo", destacou o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos, Robson Martuchi. 

De acordo com a pesquisa da CNC, é esperada a criação de 94,2 mil postos de trabalho no Brasil, que deve ter uma alta em vendas de 3,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o Estado de São Paulo, deve alcançar um patamar positivo de 7,2%.  O aumento é justificado pelo avanço da vacinação, o que aumenta a circulação de pessoas, fator essencial para a operação do varejo.

O último grande volume de contratações temporárias registrado ocorreu em 2013, quando 115,8 mil vagas foram geradas. Agora, apenas o Estado de São Paulo deve ser responsável por criar 25,55 mil oportunidades.

Os setores que devem criar mais vagas temporárias são o de vestuário e calçados, com 57,91% da parcela de postos. Em seguida, aparece o hiper e supermercados, com 18,99%, além de artigos de uso pessoal e doméstico com 10,90%. O salário médio deve ficar em R$ 1.608, percentual 5,1% maior que em comparação com 2020, quando a remuneração média foi de R$ 1.531.

Ainda segundo a CNC, 60,7% das vagas abertas devem ser para o posto de vendedores e atendentes. Em seguida aparecem operadores de caixa com 15,2% de chances abertas.

A confederação estima que a taxa de efetivação dos trabalhadores temporários seja de 12,2%, o melhor índice dos últimos cinco anos. O percentual é muito diferente do que o registrado em 2020, quando apenas 0,2% dos temporários foram efetivados.

Publicidade

Mais Acessadas da Semana

Parceiros